Connect with us

Hi, what are you looking for?

EXCLUSIVAS

Aos 27 anos, Ella Fernandes se destaca ao trazer sensibilidade em timbre marcante

Em conversa com BEZZIES, a artista relata que período de isolamento social a fez crescer como artista

Com mais de 25 mil seguidores nas redes sociais, Ella Fernandes exalta representatividade e carisma na web. Aos 27 anos, a atriz, cantora e poetisa de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, vem sendo ouvida e aclamada por pessoas de todas as idades que se inspiram e apoiam o seu trabalho.

Com apenas 3 anos de carreira, a artista começou a sua trajetória desde muito nova. Com apenas 16 anos, ela deu início a cantar na igreja que frequentava, mas nunca se imaginou trabalhando com música gospel. Foi somente em 2018 que decidiu entrar no mundo artístico profissionalmente e enfrentar dificuldades para ser reconhecida.

“Comecei a cantar em saraus abertos, fazer participações em show de amigos, cantar e postar nas redes sociais até que comecei a ter um reconhecimento na minha cidade, assim, passei a cantar em bares, eventos e festas particulares.”

RECONHECIMENTO DAS CELEBRIDADES

Em 2019, a artista ganhou notoriedade ao fazer uma versão com a música Cálice, de Chico Buarque, compartilhada pelo próprio compositor, há dois anos. A poesia intitulada 80 tiros, em referência ao fuzilamento de uma família preta pelo Exército em abril de 2019, em Guadalupe, no Rio, fez com que ela ganhasse milhares de seguidores ao ecoar no movimento antirracista.

“Foi um grande susto, quando escrevi a letra e decidi postar um vídeo não havia dimensão de que isso poderia acontecer, porém, também foi muito satisfatório receber tanto apoio e saber que a mensagem de “80 tiros” que foi o meu grito de dor em forma de poesia, também era o grito de dor de muitas outras pessoas na minha cidade, no meu estado, no meu país e até em outros lugares do mundo.”

BRILHANTE PARTICIPAÇÃO NA NOVELA ‘BOM SUCESSO’

Além de representar com a voz por todo o Brasil, Ella já atuou na novela Bom Sucesso, na TV Globo, em 2019. A atriz interpretou a personagem Tayane, uma slammer que disputou em uma roda de poesia com Luan, personagem de Igor Fernandez: “Teve uma grande importância na minha carreira como atriz, e como multi artista em geral, pois, foi a primeira aparição na TV em um papel importante. De início, Tayane seria apenas uma participação, porém o sucesso da personagem foi tão grande que ela fez várias participações durante a novela”

Reprodução/TV Globo

Ella ainda relembra alguns momentos marcantes nos bastidores do folhetim: “Me lembro de ter sido muito bem recebida pelo elenco fixo da novela. Um momento importante foi meu encontro com o ator Guti Fraga, que a muitos anos eu já admirava e acompanhava. Outro momento memorável foi conhecer e atuar com Grazi Massafera, atriz que eu sou fã a anos.”

Questionada sobre as semelhanças entre ela e a personagem, a artista garante que o amor pela poesia as une: “Somos muito parecidas. Primeiro porque fazemos poesias, depois da novela isso aflorou muito mais em mim. E o que ficou depois da novela, principalmente, foi o desejo de fazer mais poesias de “slam” e valorizar a cultura marginal.”

LANÇAMENTOS NA PANDEMIA

Para a cantora, o momento de isolamento social foi de transformações, mas também de muito trabalho. Ella produziu e lançou seus dois primeiros projetos: o clipe de seu single ‘Vai Ficar Tudo Bem’ e a música ‘Barbie de Rua‘.

Para o futuro, a artista já está trabalhando em novos projetos com outros artistas e com um planejamento promissor.

“Nos próximos meses, estarei lançando um site com outros artistas, também pretendo lançar o clipe de ‘Barbie de Rua’. Para o segundo semestre, ou no primeiro semestre de 2022, um álbum com trabalho amadurecido”, finalizou ela.

Click to comment

Deixe uma resposta

Copyright © 2021 Bezzies Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.