EXCLUSIVAS

NOVA APOSTA! JANU quebra barreiras e mostra futuro promissor no RAP

O cantor independente está iniciando seus passos no meio artístico trazendo talento e muito carisma

Reprodução/Bezzies/Picrew

O carioca Vinícius Januário, mais conhecido por seu nome artístico JANU, vem se destacando no meio artístico com seu talento. Com apenas 23 anos, o rapper é uma aposta para o universo RAP.

Teve seu primeiro contato com a música graças ao pai, que tinha um grupo de pagode nos anos 80/90, e o influenciou a seguir música, mas para quem pensava que o garotinho iria se tornar um pagodeiro, se enganou. Já na adolescência, o rapaz montou uma banda de rock com alguns amigos frustrando as expectativas do patriarca.

“Minhas inspirações variam entre RATM e CBJR (Considerando a época mais punk até a mais tranquila do Charlie Brown Jr.), o que de certa forma me fez escolher a música também. Eu sempre gostei de sentir que estou sendo ouvido, de que as pessoas parassem e prestassem atenção no que eu tinha a dizer. Acaba que a música de certa forma é exatamente assim, são verdades, que apesar de serem íntimas, às vezes conversam muito com a vida do outro que me escuta.”

O artista conta que tem uma relação de proximidade com seu público e tenta ser sempre ativo nas redes sociais. “Estou aprendendo a lidar com esse lance de se manter ali, sempre presente e ativo nos stories. Eu entendo a necessidade e tem uma galera em vários estados que me dão muito apoio e que estão sempre ali me elogiando, jogando para cima. E é muito importante, é muito bom ter essa galera mesmo ainda não tendo tantos seguidores. Só prova que desde o início já tinha gente ali, então nada mais justo que eu compartilhar mais do meu dia e das minhas experiências.”

JANU lançou algumas canções durante a pandemia, mas apesar do momento difícil, ele garante que esse foi o período que mais teve trabalhos. “O processo de criação durante a pandemia foi de 1000%. Praticamente todos os dias escrevendo uma música, pensando numa estratégia ou algo assim. Pela primeira vez uma música minha e da Tainá Seabra entrou numa playlist editorial (R&B Brasil no Spotify) e pegou mais de 110 mil plays orgânicos e pudemos nos planejar muito para lançar mais músicas e em menos tempo. O artista ainda destaca que está contando os dias para que o mundo volte ao ‘normal’. “Apesar de tudo, é horrível passar por um momento como esse, não vejo a hora de tudo voltar ao normal.”

Além de cantor, o artista mostra suas habilidades na produção e direção de vários projetos. Ele conta que tudo que sabe foi fruto da experiência: “Tudo o que eu sei foi aprendendo em cada momento da vida, e absolutamente tudo que eu aprendi é útil para o que eu quero hoje. Ceguei no RAP entendendo como funcionava essa mecânica da rima. O básico de teoria musical agregou muito e eu apliquei na criação dos beats de artistas que produzi. Temas que tratei como ”O Navio Negreiro” foram importantes demais para entender meu lugar enquanto um rapper preto. Toda minha vivência serviu como experiência e evolução para o que vivo atualmente. Até mesmo meu último clipe que eu mesmo editei.”

Por fim, o cantor enalteceu seus amigos e equipe, além de garantir que vem novidade por aí. “Minha inspiração são nos manos e manas que seguem comigo. A necessidade de entregar um bom trabalho é o que inspira a gente. Além disso, muitas ideias que vou está liberando aos pouco no meu instagram (@janujxnu)”

Click to comment

Copyright © 2021 Bezzies Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Sair da versão mobile